Enter your keyword

post

BRITE 2022

BRITE 2022

A ACBEU, em parceria com a Embaixada dos EUA, está oferecendo bolsas de estudo para o programa Brazilians Innovating on the Teaching of English (BRITE 2022), voltado para docentes que lecionam o idioma na rede municipal ou estadual. O curso de aperfeiçoamento vai acontecer entre os meses de maio e setembro.

Período de inscrição: 26/04 até o dia 6 de maio.

O curso é gratuito e será ministrado de forma on-line. No total, serão ofertadas 50 vagas. Para participar, os professores serão selecionados através do preenchimento do formulário no link acima, quando deverão enviar documentos que atestem a atuação como docente de inglês na rede pública do estado da Bahia ou de outros estados. Também é necessário ter o nível de proficiência no idioma equivalente ao A2 (intermediário).

Após a etapa de inscrição, os pré-selecionados vão participar de um teste de nivelamento escrito e oral, que será aplicado pela ACBEU de forma virtual.  Depois desta fase do processo seletivo, serão escolhidos os 50 bolsistas. As aulas têm início no dia 14 de maio, e término previsto para o dia 24 de setembro, e acontecerão aos sábados. O curso conta com a carga horária total de 100h, com aulas síncronas e atividades assíncronas, além de exercícios extras durante o recesso nos meses de junho e julho. Os bolsistas devem possuir disponibilidade para alcançar, no mínimo, 80% de frequência no curso.

BRITE – O programa tem o objetivo de potencializar o ensino da língua inglesa nas escolas públicas por meio de um curso que proporciona aos professores a revisão e novos aprendizados sobre a Base Nacional Comum Curricular (BNCC). As aulas também visam auxiliar na compreensão de como este conteúdo se conecta à abordagem comunicativa e às demandas do ensino no século XXI.

O curso vai abordar aspectos metodológicos essenciais, que inclui o desenvolvimento de currículo, planejamento de aulas, o trabalho com grandes grupos em sala de aula e o trabalho com grupos heterogêneos. Explora também as novas tecnologias educacionais, nas quais se insere o conceito “Maker”, que tem como base a cultura do faça-você-mesmo — em inglês, do-it-yourself (ou simplesmente DIY).