Enter your keyword

post

Sextas Culturais

Sextas Culturais


Um ciclo de eventos culturais e acadêmicos, com uma abordagem contemporânea – que envolve temas relacionados a gênero, raça, empreendedorismo e inclusão social – que terá início no dia 20/11, em comemoração ao Dia da
Consciência Negra e seguirá durante o período dos 16 Dias de Ativismo.

Performáticos Quilombo
20/11 – 19h

O grupo Performáticos Quilombo vai abrir a programação com uma apresentação musical que reúne em seu show diferentes linguagens artísticas, como poesia, teatro, grafitismo e dança. O espetáculo mistura elementos da cultura afro-brasileira e afro-americana com forte influência do ritmo dos terreiros.

Oficina Abayomi
27/11 -17h

A oficina vai ensinar a produzir a boneca Abayomi, que é símbolo de resistência. De acordo com a tradição, as mães africanas rasgavam retalhos de suas saias para fazer as bonecas para seus filhos durante o transporte de escravos entre a África e o Brasil. O presente servia como amuleto de proteção.

Durante a oficina, os participantes vão aprender ao estilo Maker, mão na massa, como fazer sua própria Abayomi, termo que significa ‘Encontro precioso’, em Iorubá. Sem costura e com apenas nós e tranças, as bonecas não possuem demarcação de olho, nariz e boca para favorecer a diversidade e reconhecimento de múltiplas etnias africanas.

ACBEU TEFL SEMINAR
4/12 – 9h às 17h

O tradicional seminário promovido em parceria com a Missão Diplomática dos EUA e que reúne professores de língua inglesa de diversas cidades do Nordeste, esse ano será realizado remotamente , por conta das limitações impostas pela pandemia. Em adesão à campanha 16 Dias de Ativismo, o evento propõe uma reflexão sobre o papel do professor na promoção da igualdade de gênero.
Clique aqui e inscreva-se.

Espetáculo Medeia Negra
11/12 – 19h

O espetáculo Medeia Negra encerra a programação, no dia 11 de dezembro, às 19h, como uma releitura da tragédia grega. A personagem é interpretada pela atriz Márcia Limma, que desconstrói o mito para convocar as mulheres à retomada do poder. A peça, dirigida por Tânia Farias, revela outras possíveis leituras da história imposta pelo patriarcado como uma metáfora das mortes que as mulheres negras são obrigadas a carregar. Cânticos negros de libertação são evocados durante a apresentação. A peça ficará disponível até domingo, 12, no nosso canal  no YouTube (youtube.com/acbeubahia).

Clique aqui e consulte a programação completa!